PAI DANIEL.jpg

PAI DANIEL

O Povo do Axé e Sua relação com as Redes Sociais. 

 Quem é do axé que nunca recebeu ou viu postagens de amigos em suas redes sociais, sobre suas religiões? Católicos, protestantes, cristãos, entre outros são livres, sem culpa para tal.

 

O povo do axé tem que se esconder, não por vergonha de suas raízes, mas sim por represálias.


Se o seu colega de outra religião descobre que você cultua sua divindade pela religião afro, vai se afastar de você, se o chefe descobrir, me desligará da empresa, se a família da minha namorada descobrir, irá força-la a terminar o relacionamento, além de tudo se pode até sofrer violência física!


Essa intolerância, hoje é disseminada em redes sociais, todas sem distinção, e por ter se tornado uma extensão da nossa vida, lá é colocado nossas vitórias, frustrações e desabafo!


Mas uma palavra errada, uma postagem que desagrade à maioria, já é o estopim para você vire um alvo. Por essa e por outras, o povo do axé tem que se contentar em pedir à bênção aos seus, de forma cautelosa em público, enquanto membros de outras religiões gritam aos 4 ventos, suas "verdades supremas" e creem que essas devem ser seguidas por todos. 


Infelizmente lutamos contra a intolerância invisível e a palpável, silenciosa e a escancarada. Temos que nos contentar com aparências, e sermos quem somos apenas dentro do nosso terreiro, ali somos quem nossa raiz nos fez, o que Oxalá nos criou para sermos.
Esse tema nos gera uma reflexão.

 

Ao não externar minha religião me torna um elo fraco da corrente? Coloca em questão a minha fé?


Eu creio que você apenas não está dando munição para ninguém te pejorar por sua religião. Agora pense, se todo esse cenário fosse ao contrário. 


Com certeza fazendo esse exercício, fará com que o povo do axé descubra o quão evoluído somos.

REDES SOCIAIS PAI DANIEL.jpg