O JORNAL DO AXÉ

O Jornal do Axé, nasceu em 2020, no formato impresso, com tiragem de 3 mil exemplares, mês, foi crescendo na sua estrutura e importância de informar, divulgar e promover. Chegou a ter por anos tiragem de 30 mil exemplares, chegando a´te em alguns momentos tiragem que passou de 100 mil exemplares em edições especiais.

 

Em março de 2019, por dificuldades estruturais e financeiras, sua edição impressa foi interrompida. Nasceu a parti deste momento o formato digitalizado, que perdurou até meados de junho 2020. Com sua paralisação desde então, um grupo de lideranças passou a debater a sua refundação, aproveitando as boas ideias e formato, aprimorando em outros e se chegou ao formato de hoje.

 

Hoje, com sua primeira publicação, no formato digitalizado e enviado pelas redes sociais e por endereço eletrônico, chegou a hora de apresentar um site, onde em breve se tornará em uma grande plataforma de serviços, informações e comunicação, que deseja atingir um público, impossível de imaginar a sua capilaridade e extensão. O que sabemos que o Brasil e muitas regiões do mundo já estão conectados.

 

Temos como referência, os seguidores da nossa pagina no facebook.com/jornaldoaxeoficial onde contamos com mais de 58 mil seguidores, com o nosso perfil no INSTAGRAN - com quase 6 mil seguidores com link instagram.com/jornaldoaxe  

 

Contamos ainda com os parceiros, que somaram esforços, nesta renovação e avanço no protejo de ampliar e aprimorar a informação e comunicação junto ao povo do axé de forma isenta e imparcial. Onde já estão apresentando nosso trabalho em seus sites, perfis, paginas e contatos nas redes sociais ligados a cada um deles, compartilhando e socializando nossos conteúdos. 

 

E estamos formando um grupo seleto de Colunistas, que além de trazerem conteúdos com valores importantes na orientação jurídica, contábil, religiosa e administrativa, também irão colaborar com a divulgação. Temos ainda os parceiros e colaboradores que estão e outros que ainda virão confiar a sua imagem, serviços ou atividades para serem divulgados em nossas paginas, criando assim todo conteúdo do Jornal do Axé.

 

A informação, divulgação e conteúdos, sobre os Terreiros de Umbanda, Candomblé e Jurema  usamos os recursos tecnológicos e pessoas comprometidas para o funcionamento tácito, estratégico e operacional de qualquer empresa, esta sendo viabilizada no Jornal do Axé.

 

Para se prevalecer, aparecer e claro, vencer no mundo dos negócios, é preciso saber obter a informação e fazer a divulgação com ferramenta estratégica de competitividade. Precisamos saber onde encontrar a informação, como apresentá-la e como usá-la, assim como é fundamental conhecê-la. E isto sabemos bem e temos os talentos necessários para sermos o primeiro e estar a frente de nosso tempo.

 

Agora é com você, irmão de fé, do axé, seja você, um religioso, simpatizante, frequentador, estudioso ou acadêmicos, sobre os assuntos dos Terreiros de Umbanda, Candomblé e Jurema, envie sua sugestão, compartilhe o que você ler e achar interessante, faça sua crítica, venha fazer parte de um dos grupos de trabalho e parceiros, para que juntos, de forma impar, limpa e isenta, possamos ampliar nossa força de comunicação e informação e levar ao povo do axé as armas via informação para podermos enfrentar as injustiças sociais e fazer frente a intolerância, racismo, preconceito e discriminação religiosa.

JORNAL DO AXÉ

Sem título-1.jpg
colunista jornal do Axé.jpg